• +55 21 2524-6917 | eventos@acobrasil.org.br

Produção industrial cresce em 14 dos 15 locais pesquisados

A produção industrial cresceu em 14 dos 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em novembro de 2017 na comparação anual. No País, o avanço foi de 4,7%.

Goiás foi a região com a alta mais expressiva dentre todas as que foram pesquisadas, com um crescimento de 17% na sua produção industrial ante novembro de 2016. Em segundo lugar ficou o Pará, com aumento de 10,7%.

Em Goiás, o resultado positivo foi impulsionado pelos setores de produtos alimentícios, coque, derivados do petróleo e biocombustíveis, veículos automotores, reboques e carrocerias. Já no Pará, as grandes responsáveis pelo avanço foram as indústrias extrativas de minério.

Santa Catarina (8%), São Paulo (7,1%), Rio de Janeiro (5,6%), Ceará (3,5%), Paraná (3,2%), Mato Grosso (3,1%), Região Nordeste (2,5%), Minas Gerais (2,5%), Pernambuco (2,1%), Espírito Santo (1,7%), Bahia (0,8%) e Amazonas (0,6%) ficam na sequência.

A única região que mostrou decréscimo na produção industrial na base anual foi o Rio Grande do Sul, com queda de 0,2% em novembro. Os gaúchos sofreram principalmente com o recuo na atividade de máquinas e equipamentos.

Por fim, na comparação mensal, a produção industrial brasileira cresceu 0,2%, tendo apresentado ganhos em oito das 14 regiões pesquisadas. O destaque positivo foi o Espírito Santo, com alta de 5,8%.